1
Ribeirinha da Ilha Terceira,
Onde o sol brilha com mais ternura,
És celeiro do povo; és a eira
Onde malha o pão da fartura.
És, da Ilha, pedaço de História,
Que se escreve no seu coração.
És a terra onde até a memória
Guarda os tempos que dão tradição.

REFRÃO

Ribeirinha,
Terra d’esp’rança,
Que nasce com grande esplendor!
Ribeirinha d’água mansa,
Lar de Paz e muito Amor!

2
Ribeirinha da serra e do mar;
Fonte de água, bordão de pastor!
És a casa que tem de abrigar
Povo ordeiro e trabalhador.
Ribeirinha passado e presente,
Que o povo respeita constante.
És a terra onde a Ilha sente
O futuro surgir confiante!

Refrão

Ribeirinha,
Terra d’esp’rança,
Que nasce com grande esplendor!
Ribeirinha d’água mansa,
Lar de Paz e muito Amor!

Letra: Álamo Oliveira
Música: Maestro Tibério Vargas
Filarmónicas: Recreio dos Lavradores e União Católica
Vozes:
Ivânia Pires;
José Belo
Judite Lima
Paulo Fortuna